Camila Santo

 

Clique em qualquer das fotos para abrir a galeria 

_______________________________________ 

Camila Santo
Camila Santo

 

Estudou Artes Plásticas na França, na cidade de Estrasburgo, influenciando-se pelo movimento de arte visionária ate criar seu estilo original em 1998, e formando-se em 2001 em comunicação visual.

Sua pintura, que ela mesma intitula como "Arte Áurica", propõe apresentar a energia da alma, que ela enxerga como pura luz, tão colorida como um arco-íris; posicionando-se a favor da diversidade cultural universal.

A escritora premiada, Eliane Ganem, aprecia a obra da pintora:

Como se olhássemos por uma porta entreaberta momentos de silêncio e introspecção de nossas próprias almas coloridas.

Concentrada desde o ano de 2003 na serie “Mitos Brasileiros”, Camileoa (como se fez conhecer aqui e no exterior) vem retratando divindades das tradições indígenas nativas, orixás africanos, entidades do sincretismo religioso e personagens do folclore popular, no intuito de percorrer parte do mestiço panteão de crenças religiosas do nosso país.

Minhas pinturas são um processo sagrado para mim. Na minha técnica, eu busco traduzir a mensagem de paz, amor ou sabedoria de determinado ícone, para estimular uma transcendência no observador. Por isso, meu processo criativo é extremamente sinestésico, baseado em uma variada pesquisa antropológica (incluindo músicas de culturas tradicionais, fotos de paisagens das localidades de onde surgiram os mitos, estudo de plantas medicinais utilizadas pelos grupos que neles acreditam, indo até ao uso de fragrâncias relacionadas com os elementos que eles representam). Por fim, as cores são para mim um veículo de evolução da consciência. Assim, pelo movimento de nossos olhos, de uma cor para outra, eu trato o corpo e a paisagem como uma única mandala, inspirando uma experiência estética que eu espero que se insira positivamente na vida cotidiana do observador.

A pintora; que já realizou exposições solo e coletivas, além de ter vendido quadros em leilões e retratos para colecionadores privados, no Brasil, França e Estados Unidos; também realiza pinturas sob encomenda.

DESCRIÇÃO DE ALGUNS DOS QUADROS

S. Lua Branca está sendo pintado pela primeira vez para revelar alguns de seus segredos. Como um guia espiritual, ele entrou em uma religião brasileira para pregar a tolerância religiosa. Esta é a sua campanha e ele vem da constelação de Pégaso para contar histórias do deserto. Há uma diferença entre a autoconfiança e a vaidade, entre o conhecimento e o orgulho. A humildade é um aprendizado para muitas vidas. Mas o amor sempre será a maior escola da sabedoria.

Mariazinha ama as flores e os animais. Ela observa que muitas situações de evolução espiritual são semelhantes aos processos naturais da fauna e da flora. Amadurecer é desabrochar como uma flor, ou como transformar-se em borboleta. Não se apresse, porque as aves podem precisar do seu pólen. Não se apresse, porque o apogeu pode ser mais rápido do que a caminhada. Muitas verdades podem ser reveladas por aqueles que poderíamos julgar os mais ignorantes. A experiência de vida também é um resultado do quanto você se permite perceber o que está ao seu redor.

Vovó Cambinda era uma escrava, mas isso nunca limitou ela viver como se não fosse. A liberdade é um sentimento, por isso, só pertence a você. Ela ensina que tudo o que você come e toca torna-se uma parte de seu caminho espiritual, bem como todo pensamento. Toda vez que você dança vibra mais felicidade do que quando realiza suas ambições. Porque essa alegria vem de graça. No final, é como você se sentiu o que você viveu o que importa. Ela nos dá 3 dicas de plantas espirituais que a natureza criou para nos ajudar a descobrir a liberdade: Sálvia, Manjericão e Arruda. Divirta-se! 

Tupã é o criador dos povos da floresta. Sua missão foi a de criar os elementos que ensinariam ao ser humano como aprender a ter coragem, diante dos movimentos permanentes do pensamento e das emoções. Ele criou os meios, portanto, para nos superarmos, diante do poder de criar ou de destruir. Com sua força, perceberemos que a vida representa uma jornada sagrada.

Karai Ru Eté é o senhor do fogo, que apresenta o desafio das múltiplas realidades, que ele criou através dos Espíritos do Sono, Sonho e Ilusão. Ele nos ilumina, nos mostrando que o tempo vai nos revelar a verdade sobre quem somos.

Diva representa toda mulher que ascende até se tornar um exemplo de criatividade, beleza e autonomia. Ela sabe o que quer, e mesmo assim sempre se emociona quando os outros se sentem beneficiados pelos seus feitos. Toda mulher tem o dom de carregar a vida em seu ventre, e por isso, seu corpo representa a própria vida, que é tudo o que existe de mais sagrado. Ser Diva é perceber que a divindade se manifesta em cada vida. 

___________________________________________________________________________________________________________________________________

Camila Santo, was born in 1978, in Brazil. 
 
Her signature of figurative painting technique was born in France, where she lived from 1993 to 2001 and finished her Bachelor's degree in Arts at ESAD. Her method is based on the physiological, psychological and para-psychological aspects of the colors.
 
Back to Rio de Janeiro in 2001, she started the”Brazilians Myths” series, inspired by Native South American, African and European mythology. In recent years, her paintings have been sold as private portraits commissions, raffles and auctions in countries as France, Brazil and United States.
 
The Brazilian Myths series is coming to life as a 3D movie for television. 

About the Auric Painting

"Aura is the energy of the soul, which is pure light, 8as colored as a rainbow. So, for me, every being is a different rainbow, an unique mix of colors that define the energy of its personality. 
 
My influences are mostly concentrated on the concept of visionary art. My paintings comes to me from visions, usually showing me an unique formula. It is a sacred process of art for me. 
 
My creative process is synesthesic, going from a symbolic prism until mandalic figurations. The mental perception of the colors is the physical process I use to transmit, emotionally, the deepest messages that an individual’s personality can show about its relationship within the world. The colors are for me a vehicule of awareness, but not only as abstract ideas, they need to be contextualized on time. So, the movement of our eyes, from a color to another, from the subject to its ambience will give us the bless of an experience. Treating the body and the landscape as a single mandala I can show a being stimulating an experience inserted on lifetime".
 
Camila Santo

"Camila is the name of these strong lines and bold precursors, this new way of being intermingled with human divinity. Her pieces are almost auric in nature, an unfolding of bright color in multifaceted dimensions that form surprisingly vivid landscapes. Her characters continue their lives beyond paint and brush. Like looking through doors ajar with moments of silence and introspection with our own colored souls".
 
Eliane Ganem
 

Para obter informações ou adquirir alguma obra entre em contato clicando aqui - To get more information or acquire the paintings, click here! 

 
Visitas
HojeHoje4
OntemOntem100
Esta semanaEsta semana589
Este mêsEste mês2266
Desde Março/2010Desde Março/2010119721